sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Brasil: Eu voltei!

Olá a todos!


Poxa, depois de um tempão sem escrever, várias coisas que aconteceram antes de eu resolver retornar ao Brasil, as quais vou resumir esse período abaixo além da razão de ter retornado, resolvi voltar aqui, no blog, para dar uma satisfação aos que acompanharam, aos que vieram, aos que estão em Dublin, aos que já retornaram e a vocês, leitores!

Bom, a última vez que escrevi havia acabado de retornar da República Tcheca e Alemanha, inclusive postei fotos do meu pouso em Dublin. Depois daquela viagem ainda fui à Riviera Francesa e a Paris, em março.

O que aconteceu nesse tempo?
Fora a viagem à França... No hotel duas supervisoras sairam e como eu era o membro da equipe mais antigo fui convidado a exercer à vaga delas e por fim um cargo de gerência do restaurante do hotel. A carga horária aumentou absurdamente, com jornadas de no mínimo 45 horas por semana mas uma vez cheguei a trabalhar até 63 horas! Horários malucos, mas aprendi MUITO, fiquei bem conhecido entre os gerentes e me dava bem super com a minha equipe, sugeri novas ideias, cresci! Tudo isso tinha um preço, se por um lado ganhava bem, pelo outro eu estava tão cansado que os últimos meses eram de casa para o trabalho e vice-versa, nada mais de viagens, nada mais de pubs, só trabalho/ casa pagar contas. Mas isso é vestir a camisa da empresa!

Nesse meio tempo eu havia aplicado para fazer o meu mestrado na Irlanda e fui aceito por uma universidade pública, paguei belos €7 mil pelo curso, mas seria em Limerick, não em Dublin. Um obstáculo, mas que alegremente o faria, afinal foi difícil conseguir uma cadeira no curso mas minha performance no IELTS me rendeu um bom lugar, meu objetivo de aprimorar o inglês fora cumprido, quase tirei a nota máxima! :)

Se tudo estava bem, então por que eu voltei?
Nem tudo estava tão certo, o curso começaria no ano letivo de 2014 apenas, ou seja, setembro de 2014. Eu já estava estudando inglês havia três anos e como fazer para renovar o visto? Foi uma longa discussão com a imigração, meses, até que aceitaram que poderia cursar um ano de inglês a mais e me deram 3 meses para encontrar algum curso, o qual eu encontrei e paguei, mas na hora de renovar eu pensei "o que mais estou fazendo aqui na realidade? eu quero ficar aqui mesmo? depois dessa etapa serão anos mais sem mudança ou progresso no trabalho, e depois? o mestrado trará algum retorno na Irlanda ou no Brasil?..." Muitas dúvidas surgiram e por fim, a universidade informou que eu fui encaixado em uma turma de ensino à distância, uma vez que para eles (embora tenha fornecido todos os meus dados na Irlanda) eu estava no Brasil. Foi assim que...

Resolvi pedir reembolso do curso e demissão do hotel, afinal, lá eu não iria mais crescer, só trabalhar muito mais do que eu trabalhava no Brasil antes de ir e o que dá para guardar pode parecer muito em reais mas não dá realmente para fazer muita coisa. Não valia mais a pena ficar fora do mercado de trabalho no Brasil, a Irlanda já não tinha mais graça, eu já pensava e planejava meu retorno e já havia comprado meu bilhete aéreo, em agosto. Acima de tudo, já havia me acostumado com a volta e ansiava por isso.

Sendo assim, comuniquei o meu retorno, fechei 4 malas enormes, mais de 115kg e peguei meu voo para Nova York! Isso mesmo, Nova York, eu já tinha visto americano e eu faria uma conexão por lá, resolvi fazer uma parada de uma semaninha!

Me despedi da ilha verde na manhã chuvosa de 18 de outubro, voo AA291 para JFK com minha gerente, hoje grande amiga e minha melhor amiga na ilha verde. A ilha chorou e eu também, mas não tanto quando esperava, estava pronto para voltar.

Nova York!
Bom, Nova York não me surpreendeu em nada, depois de ter visitado Londres, vai ser difícil superá-la e eu sou mais Europa do que Estados Unidos, já sabia disso, mesmo sem nunca ter ido lá e foi assim. É uma cidade grande, muitos carros, muita gente, buzina, sirene, prédios enormes, pontos turísticos famosos, mas de verdade, São Paulo é mais interessante! Até mais bonita. Nova York me chocou com a ideia de morar em uma cidade maior do que ela mesma.
Passei um dia em Washington, D.C também e AMEI! Pequena, planejada, avenidas largas e arborizadas, mais bonita do que Dublin, prédios baixinhos, jeito de interior. Preciso voltar lá, ótimos museus e todos gratuitos!
Foi assim que me despedi da Irlanda, um brasileiro em Times Square com uma bandeira irlandesa.

São Paulo!
O voo de retorno foi maravilhoso! Conversei um tanto com a comissária a qual contei a história dos meus últimos três anos, ficamos quase amigos e ótimos votos de retorno foram dados a mim por ela e pelo piloto por meio de anúncio. No aeroporto, a Polícia Federal perguntou quantos anos havia morados nos Estados Unidos, ai falei que nenhum mas sim três na Irlanda e tinha a carta de residência, a qual paguei €15 na Embaixada Brasileira em Dublin e foi tranquilo. Estava feliz de estar em casa, bastante coisa mudou por aqui e senti uma vibe mais positiva do meu país, eu aprendi a apreciar o que temos de bom aqui e, para mim, nós não estamos tão atrás em relação há muitos lugares no exterior.

Já recebi ótimas propostas de emprego, as quais estou analisando porque na verdade eu preciso de férias antes de vestir a camisa de outra empresa. Dia 19 sigo para Florianópolis onde encontrarei antigos flatmates, vamos trocar histórias e a data de retorno ainda é incerta.

Cumpri meus objetivos? SIM!
Morei fora e realizei meu sonho
Conheci e vivi novas culturas
Aprimorei meu inglês e muito
Fiz novos amigos
Me conheci e melhorei como pessoa
Recuperei o investimento financeiro e adquiri conhecimento de preço inestimável
E viajei, viajei e viajei para muitos países.

E agora?
Aos que pretendem ir: vão! A Irlanda é um país maravilhoso, de gente maravilhosa onde eu aprendi e cresci, passei por poucas, aliás MUITAS, e boas. Nem sempre as experiências foram boas, mas todas foram valiosas. Eu volto um dia, não penso em morar mais lá mais não, felizmente, eu não sinto saudades, eu tenho boas memórias de lá mas é algo que passou e eu vivo o agora, será sempre bom olhar para trás e contar histórias de como foi lá, mas agora é São Paulo, é Brasil, é onde estou feliz e alegre mas sempre em busca de coisas novas e vamos ver a que o Universo vai conspirar a favor. Que os ventos da ilha verde me levem para algo ainda melhor!

Me despeço aqui de vocês, vou iniciar outro blog, em inglês, tornando-me brasileiro novamente. A quem ficou em Dublin e a quem ainda vai, meus melhores votos e perguntas serão respondidas com o maior prazer.

Slán go fóill :) 

9 comentários:

Luciana Sousa disse...

Olá, adorei o seu texto, me senti exatamente assim quando voltei da ilha verde, a bagagem adquirida é de preço inestimável, marcou e mudou minha vida pra sempre, porém estou muito feliz em estar novamente em terras tupiniquins, no meu berço materno.

Boa sorte na jornada!

http://www.jornadapelairlanda.blogspot.com.br/

Att,

Luciana Sousa

Gabriela Cavalcanti disse...

Olá, gostei muito de seu blog! E, em razão de sua experiência, gostaria de uma orientação, se for possível. Fiz um curso de férias de inglês em Dublin entre dezembro 2012 a janeiro 2013, só pude ficar esse período em razão da aprovação no mestrado em Direitos Humanos. Estou em busca agora de um curso de aperfeiçoamento em tutela dos direitos humanos ou, mais propriamente, dos direitos da criança e do adolescente, preferencialmente na Irlanda. Tens alguma sugestão de onde posso começar a procurar? Grata! Gabriela.

Sávio disse...

Ola Gabriela!

Obrigado pelo comentario, vamos as suas duvidas.

Infelizmente a Irlanda nao oferece uma variedade tao grande de cursos entao o melhor passo eh visitar o site das universidades mais conhecidas e verificar. Sao elas Trinity, UCD, DCU, DIT, Griffith College em Dublin. NUI Maynooth, NUI Galway, UCC (Cork), University of Limerick. No caso de bacharelado ou licenciatura a melhor busca eh o site http://www.bachelorsportal.eu/ em que voce pode buscar cursos em qualquer lugar da Europa!

Boa sorte!

Abracos,

Savio

Anônimo disse...

MUITO LEGAL SEU BLOG! ACABEI DE LER RSRS.

Sávio disse...

Ola Sr. Anônimo,

Espero que tenha gostado e obrigado por ler minha aventura em terras celtas!

Abraços

Sávio

Cloud Partners disse...

Olá Sávio, tudo bem? Li agora seu "post" e senti a felicidade e tranquilidade vivida por você aqui em Dublin... Cheguei em Dublin no dia 21 de Maio(pouquíssimo tempo) e estou gostando bastante da cidade e me adaptando aos poucos. Bom ler este tipo de mensagem quando se está aqui, pois tenho objetivos em comum com os seus. Parabéns por tudo e gostaria de manter contato, pois é sempre bom ter um bom networking, ainda mais no início! Um forte abraço e sucesso para você!

Att,

Adriano Backes

Cloud Partners disse...

Olá Sávio, tudo bem? Li agora seu "post" e senti a felicidade e tranquilidade vivida por você aqui em Dublin... Cheguei em Dublin no dia 21 de Maio(pouquíssimo tempo) e estou gostando bastante da cidade e me adaptando aos poucos. Bom ler este tipo de mensagem quando se está aqui, pois tenho objetivos em comum com os seus. Parabéns por tudo e gostaria de manter contato, pois é sempre bom ter um bom networking, ainda mais no início! Um forte abraço e sucesso para você!

Att,

Adriano Backes

Sávio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sávio disse...

Olá Adriano!

Obrigado pelo comentário! Esses primeiros momentos são bem importantes para pavimentar suas opiniões para o futuro na Irlanda! Mas qe bom que está gostando, foi uma experiência muito boa! Espero que a sua seja tão boa quanto! Podemos sim manter contato, mande-me seu email, não o publicarei.
Em agosto passarei ferias ai, podemos marcar um café!
Abraços,
Sávio